Pacientes diabéticos sofrem com falta das tiras reagentes nos postos de saúde do município

Pacientes diabéticos sofrem com falta das tiras reagentes nos postos de saúde do município


Devido à falta de tiras reagentes em postos de saúde na cidade de Lagoa Santa – material responsável por medir a glicemia em pacientes diabéticos – inúmeras pessoas que dependem do aparelho e das tiras reagentes para medir o nível de glicose no sangue, encontram-se em pânico, sem saber como proceder para solucionar este problema. O Governo Estadual é responsável pelo envio das tiras e do aparelho aos municípios mineiros e as Prefeituras pelo cadastramento dos que necessitam das tiras e pela sua distribuição.
A falta dos equipamentos e das tiras nas farmácias municipais é explicada pela Secretaria Estadual de Saúde em ofício que diz o seguinte: “Informamos que o Estado enfrentou grandes dificuldades no abastecimento de tiras reagentes e glicosímetros em função de problemas na execução do contrato anterior e da nova contratação”.
Resumo: houve a troca do fornecedor e o processo licitatório é demorado e enquanto isso, a população deve aguardar a normalização das novas remessas, com previsão para janeiro de 2013.
 Por causa da troca de fornecedor os aparelhos em poder dos usuários deverão ser trocados também, pois a marca das tiras e do aparelho, a partir de agora serão de outra empresa. Segundo o Governo Estadual ainda, “A empresa vencedora do processo para compra é de origem internacional e enviou quantidade inferior dos aparelhos e tiras, tendo previsão de reequilíbrio de estoque a partir do próximo mês.
A Secretaria Municipal afirma ainda que “Assim que o município de Lagoa Santa receber os aparelhos enviados pelo Estado, a Farmácia Municipal irá entrar em contato com todos os usuários cadastrados”.