Política

Vereador José Quintino Marques - (PMDB)

No intuito de informar a população sobre os projetos e a trajetória dos Vereadores de Lagoa Santa, o JD – Jornal Diferente reservou espaço “Democrático” para ouvir os nove Vereadores. Somente o Vereador Quintino, alegando “falta de tempo”, não respondeu as perguntas “Formalizadas” através da Assessoria da Câmara Municipal há mais de 15 dias. Aplaudimos o nobre Vereador por andar tão ocupado, mas lamentamos o desinteresse em informar aos leitores e a população sobre seus projetos e trajetória.
 

Vereador Wanderley Sourales de Matos Neves - (Bodão) - (PMDB)

Vereador Wanderley Sourales de Matos Neves - (Bodão) - (PMDB) Quais seus projetos de maior importância nos últimos 3 anos?
Considero de maior importância, a proibição do uso de sacolas plásticas para diminuir a destruição do meio ambiente; O projeto que viabiliza a construção de hotel na MG10, sentido Confins visando à criação de novos empregos; E a emenda à lei do IPTU, que isenta os aposentados portadores de doenças graves de pagarem este tributo conservando sua dignidade.
O que pensa sobre o cargo que ocupa e porque entrou na política?
Penso que é o lugar certo para defender o interesse da população do descaso do poder público. Entrei nela graças aos 704 votos de confiança obtidos nas urnas, onde faço meu trabalho com respeito aos votos que tive. Porem, boa parte do meu trabalho não é visto porque as secretarias da Prefeitura não cumprem com meus projetos.

Quais seus projetos futuros?
Continuar cobrando e tentando ajudar o executivo a resolver os problemas causados pelas chuvas a toda nossa Lagoa Santa, principalmente o bairro Várzea, sua região e a orla da lagoa.

Que nota dá ao seu desempenho como vereador?
Minha nota quem vai dar é o povo, nas urnas, que na hora certa vai conseguir ver meu trabalho. Uma nota justa seria um 8, pois nem tudo foi perfeito, mas trabalharei para ter um 10.

NOTA: A minha avaliação é "8"

 

Vereador Joaquim Rufino de Carvalho (PPS)

Vereador Joaquim Rufino de Carvalho (PPS)Quais seus projetos de maior importância nos últimos 3 anos?
Entre os principais projetos de minha autoria, gostaria de citar 3: um projeto de lei que obriga a Secretaria Municipal de Saúde a realizar a entrega em domicílio de medicamentos aos idosos que têm dificuldades de locomoção; cito também o projeto de lei que institui e inclui no calendário oficial do município o “Dia do Evangélico”; e o outro projeto de lei que gostaria de citar é o que restringe o uso de capacetes dentro de estabelecimentos comerciais da cidade.

O que pensa sobre o cargo que ocupa e porque entrou na política?
Agradeço a Deus pela oportunidade que ele está me dando. O cargo que ocupo na Câmara é de muita responsabilidade, pois represento os interesses dos cidadãos de Lagoa Santa, e tenho que continuar trabalhando para eles e por eles. Entrei para a vida pública para servir à população e apresentar propostas para o crescimento de nosso município, respeitando sempre cada voto que a mim foi confiado.

Quais seus projetos futuros?
Meu principal projeto para o futuro é continuar a servir bem nossa população e nossa cidade, com responsabilidade, ética e compromisso social, dando atenção especial à área da saúde de nosso município, pois sem saúde e sem Deus, não temos força para continuar.

Que nota dá ao seu desempenho como vereador?
Creio que quem pode avaliar nosso mandato é sempre o povo. Deixo aos cidadãos esse julgamento.

NOTA: Não deu nota!

 

Vereador Mauro Moreira da Silva (PTB) (Mauro da Lapinha)

Vereador Mauro Moreira da Silva (PTB) (Mauro da Lapinha)Quais seus projetos de maior importância nos últimos 3 anos?
Estou no 3º mandato como Vereador. Nesses anos de trabalho em prol da população, tenho sempre honrado cada voto que recebi nas urnas e cada morador de Lagoa Santa. Entre meus principais projetos, posso citar o Plano Diretor do Município, quando participei ativamente de sua elaboração; trabalhei na unificação dos PSFs Campinho e Lapinha, para que se transformassem em “Cuidar”; solicitação de academia livre na Vila Maria e uma academia da saúde, na Lapinha; medição de glicose constante nos PSFs; disponibilização de escaninhos (guarda-volumes) nas escolas; manutenção constante das vias de acesso à Gruta da Lapinha; duplicação da “ponte do Jac”, que liga o campinho ao distrito da Lapinha; duplicação da ponte sobre o Rio das Velhas; sinalização das vias públicas da cidade; políticas de incentivos a empresas para se instalarem na cidade; construção de uma Capela Velório para o bairro Campinho, entre vários outros projetos e requerimentos.
O que pensa sobre o cargo que ocupa e porque entrou na política?
É um cargo de muita responsabilidade e que requer muita dedicação e amor. Sou honrado por ser Vereador nessa cidade que tanto amo. Entrei para a política com o objetivo de trabalhar pelo nosso povo e por nossa cidade, visando sempre o bem comum. Quando entrei para a política eu sabia das dificuldades que enfrentaria, mas com muita fé em Deus e apoio da população, tenho conseguido superar todas elas.

Quais seus projetos futuros?
Procuro fazer projetos em curto prazo. Trabalho para que a população tenha melhor atendimento médico, mais segurança nas ruas, transporte público de qualidade, ou seja, por mais que esses não sejam projetos futuros, trato eles como minhas prioridades.

Que nota dá ao seu desempenho como vereador?
Sou um Vereador atuante e respeitado na cidade. Muitos acham que só trabalho pela comunidade da Lapinha, mas se enganam. Trabalho em busca de uma Lagoa Santa melhor para se viver, seja na Lapinha, na Vila Maria, Campinho, Ovídeo Guerra, Santos Dumont, Palmital, Vila Fagundes, Pôr do Sol, Ipanema, Francisco Pereira, entre outros bairros. Não darei nota para minha atuação como Vereador, deixarei que a população faça esse julgamento a respeito do meu trabalho.

NOTA: Não deu nota!

 

Um bom vereador deve estudar muito a legislação municipal

Quando os candidatos são eleitos pela primeira vez, quase todos chegam com muitos sonhos e uma grande vontade de crescer na política e quem sabe conquistar novos postos na escalada do poder. Nessa corrida por novas conquistas, apenas uma minoria consegue ultrapassar as fronteiras dos municípios. Uma outra fatia consegue a reeleição e o restante acaba ficando na câmara apenas por um mandato.
Por isso que existe uma grande soma de vereadores que sai das casas legislativas sem deixar rastro nenhum como marca de sua passagem pela instituição. Esse grupo de vereadores é formado por aqueles parlamentares despreparados e que durante o mandato não conseguiu sair da bancada do “contra” ou do “a favor”. São vereadores que por um motivo ou outro fazem parte das bancadas dos prefeitos, aos quais devem favor e por isso mesmo pagam os benefícios recebidos com o seu voto sempre fiel e encabrestado.
Leia mais...
 

Vereador Genesco Neto (PMDB)

Quais seus projetos de maior importância nos últimos 3 anos?
Nesses quase 3 anos de mandato, tenho atuado em todas as áreas do município, sendo fiscal e proponente de ações. Destaco projetos como a Lei da Ficha Limpa Municipal; o novo regulamento do Taxi, que dá mais segurança as famílias dos taxistas; a obrigatoriedade de disponibilização dos horários de ônibus nos pontos de parada (projeto esse, que por sinal, não está sendo executado); a Lei da Juventude, que promove parâmetros para Políticas Públicas para essa faixa etária, e a Lei 2.984/2009, que institui a obrigatoriedade de contratação de jovens, em pelo menos 10% do quadro de funcionários para as empresas que recebem algum tipo de benefício municipal.
São esses os que eu destaco por hora.

O que pensa sobre o cargo que ocupa e porque entrou na política?
O Vereador é o legítimo representante do povo, é o mais próximo e a mais
antiga representação política, que deve servir de estímulo e orgulho para os que ocupam tão nobre função. Função essa que não deve surgir de uma aspiração pessoal, mas sim, de um chamamento popular, assim como aconteceu comigo. Entrei para a política com um único propósito, servir, com a intenção de que o futuro possa ser melhor que o presente.

Quais seus projetos futuros?
Não poderia ser pretencioso em pensar o meu futuro de forma isolada e
vaidosa, sem pensar em Deus e naqueles que depositaram em mim sua confiança para o futuro. Portanto, coloco meu amanhã nas mãos daqueles que são responsáveis por minha existência na política, Deus e o povo de Lagoa Santa.
Que nota dá ao seu desempenho como vereador?
Tenho procurado representar nosso povo e nosso município da forma mais
coerente e ética possível, portanto, acho que essa nota deve ser dada pelo povo, e assim, evitaria o rótulo de ser uma pessoa egocêntrica. Coloco - me à disposição da população para juntos construirmos uma Lagoa Santa melhor para se viver.

Nota: A minha avaliação é "8"

 

Vereadora Aline Aires de Souza (PTB)

O que ainda precisa ser feito:
“Em primeiro lugar, os políticos devem pensar nas gerações e não apenas em ganhar as eleições. Estamos sofrendo com o crescimento desordenado, falta água na cidade e um grande problema que afeta a todos: A saúde e o transporte. Para mim, a grande dificuldade está na distância enorme que
existe entre o legislativo e o executivo.”

Um Projeto importante:

“Eu tenho um anteprojeto para empresários, onde toda empresa seria obrigada a ter 80% dos funcionários com moradia fixa em Lagoa Santa e carro emplacado no município, em contra partida seriam isentos de pagar a taxa do IPTU. Este é um sonho meu, pois ajudaria solucionar o problema do crescimento desordenado que a cidade está passando. Para mim, a cidade tem que oferecer estrutura para quem mora aqui, e não para quem está vindo aqui.”

Como você avalia o seu mandato e que nota você daria?
Eu tenho vontade de fazer muitas coisas, mas uma andorinha só, não faz verão. Eu cumpro o meu dever: escuto a demanda da população, faço ofícios e mando ao Ministério Público, solicito ajuda ao prefeito e aos secretários, fiscalizo, mas não encontramos ajuda do Executivo. Em relação a nota, daria nota 8 ao meu mandato. Gostaria que fosse um 10, mas infelimente, os
Vereadores de opção na Câmara, dificilmente, têm suas reivindicações atendidas. Mas como toda mulher, sou guerreira e não desisto facilmente. Continuarei trabalhando muito por uma Lagoa Santa melhor.

Nota: Deste modo, a minha nota é "8"

 

Vereador Roberto Emerenciano Pereira (PP)

Um Projeto Importante:
“A câmara itinerante é um projeto meu, outro que também achei importante e agora está sendo votado novamente, é o caso dos Taxistas que ao morrerem a família perdia a licença para utilização da placa. Na época criei um decreto que permitia que a esposa ou companheira pudesse continuar com a permissão de uso.”

O que ainda precisa ser feito:
“A Luta é incessante, principalmente pelo social. O problema é que votamos muitos projetos, que são importantes para a cidade, mas nem todos são cumpridos devido a falha no sistema.”

Como você avalia o seu mandato e que nota você daria?
Eu sou um vereador atuante, ao contrario do que as pessoas pensam, nós temos muitas limitações para conseguirmos os resultados que desejamos.

Nota: Em relação ao meu mandato, a minha avaliação é "8"

 

Legislando a favor dos anseios sociais

O legislador é um representante do povo, e por isso, ao elaborar uma lei deve atender aos anseios da sociedade. O mais prudente é que quando vote em um determinado projeto conheça os benefícios que trará a sociedade.
Para explicar como um legislador elabora Leis, o jurista consagrado, Carlos Maximiliano descreveu: “As contingências sociais criaram a necessidade, a norma brotou quase espontânea, o fator subjetivo existiu, ativo, eficiente, porém, menos original, poderoso, autônomo do que o considerava a Filosofia antiga. O legislador não tira do nada, como se fora um Deus; é apenas o órgão da consciência nacional. Fotografa, objetiva a idéia triunfante; não inventa, reproduz; não cria, espelha, concretiza, consigna”.
Para analisar o que os legisladores da cidade de Lagoa Santa tem feito no atual mandato, o Jornal Diferente vai publicar nas próximas edições um pequeno resumo da gestão de nossos vereadores. Deste modo, a população poderá observar se as Leis foram criadas dentro das necessidades sociais, de todo um contexto histórico, voltado para o passado e ao mesmo tempo projetado para o futuro.

 


Página 4 de 4