Vereadores participam do lançamento do programa Melhor em Casa

Vereadores participam do lançamento do programa Melhor em Casa


O Serviço de Atenção Domiciliar chega em Lagoa Santa para substituir ou complementar o atendimento realizado em hospitais

Robertinho e os vereadores Dinággio Batista, Eduardo Faria e José Quintino Marques no lançamento do projetoNa tarde do dia 02 de outubro, o presidente da Câmara, Roberto Emerenciano (Robertinho) e os vereadores Dinággio Batista, Eduardo Faria e José Quintino Marques, foram ao auditório da Escola Municipal Dr. Lund, prestigiar o lançamento do programa de atendimento domiciliar, Melhor em Casa, da Prefeitura Municipal de Lagoa Santa.
O programa, que tem como objetivo melhorar a saúde da população na prevenção e no tratamento de doenças - e otimizar os recursos hospitalares - é definido pelo Ministério da Saúde como um modelo que substitui ou complementa o atendimento realizado em hospitais.
Representando o prefeito de Lagoa Santa, Fernando Pereira, o Secretário Municipal de Saúde, Fabiano Moreira, explicou que o Melhor em Casa é mais uma ferramenta disponível para aperfeiçoar o atendimento à população.
Robertinho reconhece a grandiosidade do programa - também conhecido como Serviço de Atenção Domiciliar - e parabeniza a Secretaria de Saúde em nome de todos os vereadores. “Estamos aqui para acompanhar e incentivar a implantação deste projeto que oferece um serviço tão diferenciado para o nosso município. Parabéns, secretário Fabiano Moreira, pelo empenho na implantação”, diz o presidente.
De acordo com a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Daniela de Oliveira, o serviço irá favorecer, pacientes e familiares evitando internações desnecessárias. A representante do Serviço de Atenção Domiciliar do Ministério da Saúde, Mariana Borges Dias, destacou ainda que na maioria dos casos, o ambiente domiciliar favorece o tratamento e a recuperação.
Ainda participaram do evento, a coordenadora do Serviço de Atenção Domiciliar em Lagoa Santa, Marianna Malheiros Queiroz Braga, a coordenadora do Serviço de Atenção Domiciliar do município de Contagem, Andréia Devislane Ribeiro, e a assessora da Superintendência de Atenção à Saúde, Cláudia Rabelo.
Para ser atendido pelo serviço, o paciente precisa ser encaminhado pelas unidades de saúde e estar dentro dos critérios estabelecidos.