Câmara pressiona e Prefeitura entrega obra no Aeronautas

Câmara pressiona e Prefeitura entrega obra no Aeronautas




Alunos voltaram às aulas com escola reformada

A estrutura física precária da Escola Municipal Herculano Liberato, no bairro Aeronautas, em Lagoa Santa, fazia parte da rotina dos quase 800 estudantes da instituição e era alvo constante de preocupação dos pais há anos. Isso até eles darem um basta, se organizarem, reivindicarem melhorias e compartilharem com o Legislativo a situação. Neste momento, a Câmara Municipal passou a trabalhar intensamente para assegurar que a obra, que já se arrastava, avançasse significamente e fosse concluída com mais sete dias.
Na segunda, 09 de setembro, a escola recebeu os alunos com uma série de melhorias: pintura nova, quadra reformada, novas portas e portões, extintores de incêndio. Os vereadores Juninho Fagundes, Eduardo Faria, Dinággio Evangelista e Roberto de Dalva foram representar a Câmara no dia de entrega da obra.
De uma forma geral, os vereadores concordaram que a reforma melhorou bastante a situação da escola, “mas vamos continuar cobrando e fiscalizando para que haja mais melhorias. A obra não foi concluída”, diz Roberto de Dalva. “Isto aqui é um paliativo. Ainda há muito o que se fazer e nós, vereadores, estamos aqui, trabalhando juntos, para garantir que a Prefeitura faça o papel dela”, ressalta Juninho Fagundes. “A pressão que todos nós fizemos fez com que as coisas acontecessem. Vamos continuar pressionando e lutando para que as melhorias aconteçam por toda cidade”, diz Eduardo Faria. “Nossa intenção é acompanhar o trabalho do Executivo de perto e ver a população ser beneficiada com isso”, explica Dinággio.
O vereador e presidente da Câmara, Roberto Emerenciano, estava em viagem no dia da reinauguração, mas destaca a felicidade em ver a reforma concluída e o quanto ele trabalhou junto da comunidade para pressionar que a Prefeitura resolvesse os problemas mais graves. “Visitei diversas vezes o espaço, mantive contato com os líderes comunitários do bairro Aeronautas e estive com eles durante todo o processo de demora das obras”, finaliza Robertinho.