Aniversário de Lagoa Santa (Mitos, Verdades e... algumas Bobagens)

Aniversário de Lagoa Santa (Mitos, Verdades e... algumas Bobagens)




1733 é a data de grande e magna importância para nossa cidade, pois inaugura nossos 281 anos de existência. Oficial e documentada, a data é 1738, mas tudo bem, aceita-se, 1733 como a da fundação da cidade, que é quando aqui chegou Felipe Rodrigues com suas chagas e perebas, carregando  em sua algibeira os sonhos de um tropeiro viajante tupiniquim (teria sido  ele o criador do nosso delicioso  feijão tropeiro).
Não importa! O Felipão I (Felipe Rodrigues das perebas), jogador retranqueiro e grande becão da roça, também primeiro cartola do famoso Clube futebolístico: “Lagoa Santa Futebol Clube”, inúmeras vezes campeão local; ao longo dos anos, curou-se das chagas e das mazelas do estigma de grande butineiro quando acabou transformando estas águas da Lagoa Central em um tremendo sucesso global, ou será luso-brasiliensis¿ Bom, não importa também!

Por causa dele, ou de suas perebas, a fama levou nossas águas milagrosas e poluídas a cruzarem fronteiras em navios negreiros e em tonéis de carvalho contrabandeados para terras d’alem mar. Entenderam¿ No fundo, no fundo, a história real e verdadeira registra o seguinte: Seguidores e admiradores da Rainha Dona Leonor, a última Rainha Consorte, ou será Sem sorte, não sei não¿ deixou influências negativas para nossa cidade e nos prejudicou nesta história das exportações da água da Lagoa Central mais de 200 anos após.
Leonor de Avis havia criado as termas de Caldas em 1485 (Em Portugal, correto!), 15 anos antes do descobrimento do “Pau Brasil”, um lugar de águas cálidas e fumegantes, depois denominada “Caldas da Rainha”, que teve seguidores, que naquela época já viviam de benesses fumegantes e encontros cálidos homossexuais saunísticos, que acabaram considerando concorrência desleal e grande afronta a importação das águas de Lagoa Santa e tudo fizeram para acabar com a exportação das nossas águas Lagoasantenses, pois faziam frente às famosas, ainda hoje, fontes de Caldas da Rainha, em Portugal, em Portugal viu! (diferentemente do que consta em um livro “Oficial” aqui destas paragens, escrito por Lagoasantense de boa cepa e patrocinado (bancado com dinheiro do povo) na Prefeitança de um certo Prefeito descuidado, que se recusa a largar o osso ainda hoje. Lá no livro, bancado com o dinheiro do povo, diz o seguinte: “ Caldas, no Sul  de Minas”.

É hilário mas é verdade, está registrado para a posteridade, basta conferir. No afã de se jogar para a galera, muita bobagem foi dita ou perpetrada nestas plagas e o pior é que ainda continuam sendo ditas.
A informação correta e histórica deveria ter sido: Caldas “Da Rainha” em Portugal, e não no Sul de Minas e tenho dito! Mas fazer o quê¿ Agora mesmo leio em um jornal daqui também, a seguinte infâmia, ou será  desinformação, ou terá sido,falta de compromisso com o leitor, bom, deixa pra lá: “ Quase um século depois , chegaria a Lagoa Santa o cientista e paleontólogo(sic) dinamarquês, Peter Wilhem Lund , que após várias pesquisas em outras regiões do Brasil, se instalou em Lagoa Santa, onde realizou diversas grandiosas descobertas.  
Por aqui viveu durante 46 anos, dedicando-se veementemente aos estudos da região com seu assistente e ilustrador, P.  Andreas Brandt, e juntos exploraram mais de 800 cavernas, onde se deu o maior achado: o fóssil humano mais antigo do Brasil, de Luzia (sic), com 13 mil anos, ao lado de ossos de mamíferos da conhecida como megafauna como o tigre dente de sabre(sic), o correto é: (Tigre-dentes-de-sabre) etc, etc. Na realidade, Lund não achou o crânio da Luzia, quem o achou, foi Annette Laming, arqueóloga e pesquisadora francesa que aqui esteve pelos idos de 1970.
E para terminar, o prédio da Escola Dr. Lund, nunca foi moradia do Dr. Lund,  segundo a historiadora Maria Marilda, o prédio foi inaugurado em 1914, ou seja, por volta de 30 anos após sua morte. Mas mesmo assim, Parabéns Lagoa Santa.

Papai Noel chegou à Lagoa Santa em grande estilo
Por Luiz Carlos (Colunista Social)

Dia 20 de dezembro de 2014 às 20h na orla da lagoa foi Inaugurada a árvore de Natal de Lagoa Santa.
A criançada se divertiu também com a chegada do Papai Noel e depois junto com seus pais puderam curtir vários shows com o Grupo Guararás – Dança Folclórica, Canto de Minas – Coral e Banda e Trio Amadeus – Erudito e Popular.
A abertura e o fechamento do Evento, contou com a presença do Prefeito Dr. Fernando.