Vereador Carlinhos Barbosa é investigado por desvio de dinheiro público em Lagoa Santa

Vereador Carlinhos Barbosa é investigado por desvio de dinheiro público em Lagoa Santa


Foi instaurado inquérito policial e Ação Civil Pública contra o Vereador Carlos Alberto Barbosa (Carlinhos) por possível crime de peculato. O Vereador, segundo a denúncia teria incorrido nos crimes previstos no Código Penal – art. 297 que estabelece “Falsificação de documento público” – art. 304 “uso de documento falso” e art. 312 “crime de peculato”. O Juiz da 1ª Vara Dr. Carlos Alexandre Romano Carvalho deferiu a medida liminar de indisponibilidade e seqüestro de bens do réu Carlos Alberto Barbosa, determinando o bloqueio de valores e veículos por meio dos sistemas BACEJUD e RENAJUD, respectivamente, limitado ao suposto dano ao erário, ou seja, R$ 27.000,00 (Vinte e sete mil reais).

Segundo o Ministério Público local o Réu incorporou ao seu patrimônio tal quantia, falsificando documentos públicos, nos quais ele declarava que tinha despendido a quantia de R$ 4.500,00 com pagamento de assessoria jurídica ao advogado Gustavo Ferreira Martins, nos meses de janeiro, junho, julho, agosto, setembro e outubro de 2013, afirmando ainda através de documentos que o assessoramento jurídico se deu exclusivamente no desempenho da atividade parlamentar, o que nega o advogado Dr. Gustavo Ferreira Martins. O Inquérito Civil Público demonstrou que nos recibos das despesas declaradas, a assinatura do Dr. Gustavo não conferia, sendo certo que o advogado declarou também que jamais recebeu ou prestou serviços ao Vereador em questão.

O presente Inquérito Civil Público e a Ação junto ao Ministério Público local se deu por acolhimento de denúncia de falsificação de documento contra o Vereador Carlinhos Barbosa que teria apresentado recibo de pagamento de honorários com o nº da OAB de outro advogado e a assinatura supostamente falsificada do advogado Dr. Gustavo Martins, conforme consta no inquérito policial. Esta denúncia também foi apresentada na Câmara Municipal de Lagoa Santa, mas o Presidente da Casa disse que vai aguardar o desenrolar das investigações policiais para ter certeza de que a denúncia procede.

O JD – Jornal Diferente procurou o Vereador que preferiu não falar oficialmente ainda, mas em conversa informal o mesmo disse que irá apresentar sua defesa e provar que não cometeu ilícito algum.