Escotismo: resgatando a cidadania dos jovens de Lagoa Santa

Escotismo: resgatando a cidadania dos jovens de Lagoa Santa


Por Roberty Lauar e Elvis Pereira
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

O movimento escoteiro foi idealizado pelo inglês Robert Baden - Powell (1857-1950). Após terminar os estudos secundários, ingressou no exército, onde logo se destacou.  Em 1899 durante a Guerra dos Boers, na África, teve de recrutar adolescentes da cidade de Mafeking e treiná-los para auxiliar em algumas tarefas, pois contava com poucos soldados. Powell ficou impressionado com a coragem, lealdade e responsabilidade dos garotos, fato que funcionou como um primeiro estímulo para a criação do movimento escoteiro. Quando retornou à Inglaterra, Baden – Powell foi tratado como herói.

Em 1907, Powell realizou um acampamento experimental com 20 garotos em Browsea, no Canal da Mancha e lhes ensinou técnicas de primeiros socorros, sobrevivência, localização e segurança na floresta.  Esse acontecimento marcou o início do escotismo, apesar de Powell nunca ter previsto que daquele experimento nasceria movimento tão grande e organizado. No ano seguinte, escreveu o primeiro manual de escotismo, “Scouting for Boys” (Escotismo para rapazes), que incentivou muitas pessoas a formarem grupos de escoteiros, inclusive mulheres.

 Atualmente no mundo, 28 milhões de pessoas praticam o escotismo.  No Brasil, são cerca de 70 mil. Em Lagoa Santa o número é bem menor, 28 jovens. Porém só existe um grupo de escoteiros na cidade, Grupo Escoteiro do Ar Peter W Lund. Lucas Colen, coordenador e fundador do grupo, explica que sua paixão pelo escotismo começou cedo. “Tinha 14 anos quando entrei num grupo de escoteiros pela primeira vez. Foi meu vizinho quem me levou, ele era chefe de escoteiros. Logo de cara me apaixonei! O escotismo é uma verdadeira escola de vida”, diz Lucas afirmando que hoje ensina tudo o que aprendeu, para seu filho, que inclusive participa dos encontros semanais do grupo.
O grupo de escoteiros em Lagoa Santa existe há dois anos e foi fundado por Lucas e sua esposa, que antes não conhecia o escotismo. “Eu já trabalhava em Belo Horizonte com um grupo de escoteiros, e minha esposa nunca foi escoteira, mas logo que conheceu o escotismo adorou e apoiou a ideia de fundarmos um grupo aqui na cidade”, diz.

Ao contrário do que muitos pensam, as meninas também podem participar do grupo escoteiros.  A idade mínima para entrar no grupo de Lagoa Santa é de 6 anos e meio. As turmas do grupo de escoteiro são identificadas por ramo. Até os 11 anos, as crianças recebem o nome de lobinhos ou lobinhas. Dos 11 aos 15 anos, o nome dado às turmas é ramo escoteiro. Dos 15 aos 18 anos é o ramo sênior.  Dos 18 aos 21 anos já é o ramo pioneiro. Acima dos 21 anos são as pessoas que se tornam chefe de escoteiros. “Cada divisão tem um conteúdo pedagógico próprio para a idade, mas desde cedo, as crianças aprendem a assumir responsabilidades, a refletir sobre suas atitudes e a desenvolver o espírito de equipe, dentro de suas possibilidades, é claro, e respeitando a individualidade de cada um”, explica Lucas.

Além disso, aprendem os valores fundamentais como a importância de ajudar o próximo, respeitar a natureza, ter autonomia e autoconfiança. “O escotismo complementa a educação dada às crianças e aos jovens pela escola e pela família, de um modo não formal. Nele, cada um assume seu próprio desenvolvimento, tornando-se um cidadão consciente de seus deveres e direitos. São ensinamentos que esses jovens carregam para a vida toda”, finaliza Lucas.
Para participar do grupo de escoteiros em Lagoa Santa, os jovens precisam se cadastrar na União dos Escoteiros do Brasil (UEB).   
Mais informações sobre o Grupo Escoteiro do Ar Peter W Lund em Lagoa Santa, entre no site:  www.escoteirosdelagoasanta.com.br  ou se preferir, você pode ligar para: (31) 8489-9416. Os encontros do Grupo de escoteiros acontecem todos os sábados de 15:00 as 17:30hs na rua Marília de Dirceu, 25 (Salão de Eventos do Clube dos Cabos) na Vila Asas.

Lei Escoteira:
1- O Escoteiro tem uma só palavra; sua honra vale mais que sua própria vida.
2- O Escoteiro é leal.
3- O Escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo e pratica diariamente uma boa ação.
4- O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais escoteiros.
5- O Escoteiro é cortês.
6- O Escoteiro é bom para os animais e as plantas.
7- O Escoteiro é obediente e disciplinado.
8- O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades.
9- O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio.
10-  O Escoteiro é limpo de corpo e alma.