1ª Conferência Municipal da Juventude em Lagoa Santa

1ª Conferência Municipal da Juventude em Lagoa Santa


Aconteceu, no dia 23 de Agosto, a 1ª Conferência Municipal da Juventude. Na ocasião, cerca de 250 jovens e adolescentes do Ensino Médio de escolas do município se reuniram para debater assuntos de relevância para os jovens, como educação, mercado de trabalho, participação social, desenvolvimento sustentável e métodos de incentivo à cultura. O sexto tema, que foi comunicação com o governo, contou com a presença de autoridades representando a Câmara dos Vereadores, convidados do Poder Judiciário, Ministério Público, da Subsecretaria de Estado da Juventude, além do Prefeito de Lagoa Santa, Dr. Fernando, e seu suplente, Genesco Neto. Durante a manhã e a tarde, foram realizados trabalhos em grupo, palestras participativas e, posteriormente, uma mesa redonda com todos os presentes.
Segundo o presidente do Conselho Municipal da Juventude, Artileu Antônio Bonfim, o evento, que passa a ocorrer a cada quatro anos, é o maior evento de participação social a nível municipal, frisando que a prioridade é “analisar, avaliar e deliberar políticas públicas para a juventude”. Ele ainda explica como funciona a participação dos jovens. “Eles fizeram uma ampla discussão e também prepararam as propostas para deliberação na plenária da conferência. A plenária acolhe essas propostas, são discutidas com eles e aprovadas. Ou seja, em todo o processo eles são os protagonistas, eles fazem, eles discutem e eles decidem”. Após recolhidos, os projetos, são inclusos no planejamento da Prefeitura, no PPA (Plano Plurianual) e na lei orçamentária para garantir as ações, projetos e programas decididos e que são prioridade para os jovens.
Sobre a temática, o Prefeito Dr. Fernando declarou: “No nosso governo uma das propostas era a de dar voz e vez à juventude, criando um departamento da juventude para que o jovem possa participar. A gente sente que às vezes por desinformação, outras vezes por descrédito, o jovem está muito afastado da política. E é nela que a gente toma as decisões de como a sociedade deve coexistir. Essa reunião que se dá aqui hoje a tarde, é muito alvissareira no sentido da gente instigar o jovem a participar mais da vida social do município. Então eu vejo com bons olhos, é uma experiência nova para nós também, que enquanto gestores, estamos aprendendo muito. Os jovens  têm muito a contribuir. A cidade só tem a ganhar”, disse ao Jornal Diferente.
O vice-prefeito Genesco Neto completa a linha de pensamento do governo municipal. “É sempre importante ouvirmos as futuras gerações e o governo deve servir como base pra todos eles. Nós, enquanto operadores da administração pública, temos que conduzir políticas públicas futuras, que possam melhorar efetivamente a vida de cada um deles, e nada mais importante do que a gente ouvir a juventude. No momento que a Prefeitura Municipal abre espaço para ouvir a juventude, nós todos temos que aplaudir e continuar ouvindo. E criar um espaço permanente pra eles dentro da administração pública”.