Projeto Valorizando o Idoso na Escola Nilo Maurício

Projeto Valorizando o Idoso na Escola Nilo Maurício


Texto enviado pela Professora Enilde Fortunato Mestre Em Linguística pela UFMG - Professora na E.E. Nilo Maurício T. Figueiredo
O Projeto “Valorizando o Idoso”, desenvolvido pela E.E. Nilo Mauríco T. Figueiredo cuja culminância aconteceu no dia 21 de junho, originou-se de uma idéia lançada pela SEE/MG (Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais) em comemoração à Semana de combate à violência contra o idoso.
Sabe-se que a população mundial e brasileira está envelhecendo. Segundo dados do IBGE, atualmente os idosos no Brasil somam 23,5 milhões de pessoas.  Entende-se que ser idoso no Brasil nem sempre pode representar uma situação cômoda, pois o idoso muitas vezes tem de conviver com o desrespeito e descaso dos mais jovens. 
É de fundamental importância que preparemos nossas crianças e os jovens para relacionar-se bem com os idosos e também que possamos desenvolver ações que permitam aos nossos alunos  lidar bem com seu próprio envelhecimento.
A violência contra a pessoa idosa é fato social que merece atenção e para combater a violência contra o idoso, a ONU declarou o dia 15 de junho como dia de conscientização para combate a este tipo de violência.
Nesse sentido, a EE. Nilo Maurício T. Figueiredo no intuito de mobilizar os alunos, desenvolveu o Projeto acima citado com atividades de reflexão sobre o tema proposto, no caso, “O envelhecimento”, que foram trabalhadas durante toda a semana e cuja culminância aconteceu no dia 21/06 com uma Gincana que mobilizou alunos, direção, coordenação, professores, funcionários, pais, comerciantes do município que colaboraram de modo ímpar para o sucesso do Projeto. Foram arrecadados muitos donativos como: agasalhos, cobertores, fraldas geriátricas, alimentos, produtos de uso pessoal, dentre outros.  Esses donativos serão encaminhados à “Nossa Vivenda – Casa para Idosos”, em Vila Maria e ao abrigo São Vicente de Paula, na Várzea. Nossos alunos, juntamente com alguns professores, farão a entrega dos donativos e na oportunidade apresentarão números artísticos para os mesmos.
Temos plena certeza de que nossos queridos idosos sentir-se-ão respeitados, valorizados, honrados e reconhecidos por todos nós.