TERRA DE LUND TERRA DE OBSTINADOS (Última Parte)

TERRA DE LUND TERRA DE OBSTINADOS (Última Parte)


Por Roberty Lauar
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


O Principe e a Princesa da Dinamarca, Jens e Renata Olesen, Rogério Avelar e EsposaCaros leitores; terminou a primeira fase rumo à transformação de Lagoa Santa em Pólo Turístico Internacional. No dia 21.09.2012 estiveram em nossa cidade o Príncipe da Dinamarca e comitiva para inaugurar o Receptivo/Museu P.W.Lund que foi construído ao lado da Gruta da Lapinha e que entre outras funções, terá a de abrigar parte do acervo de Dr. Lund repatriado da Dinamarca. Segundo nosso amigo Jens Olesen, o maior artífice para esta conquista ao lado do Prefeito Rogério Avelar, isso é apenas o começo, muitas coisas ainda estão para acontecer nesta parceria entre Copenhague e Lagoa Santa. Jens Olesen ao lado de Rogério AvelarA primeira fase desta história durou cinco anos e nos orgulhamos de ter dado os primeiros passos para estas conquistas, ou seja, a construção do Receptivo/Museu e o retorno de peças fósseis importantes para a humanidade e, principalmente, para  Lagoa Santa. Sonhar é muito bom e sonhamos um dia ver este acervo em Lagoa Santa, mas queremos mais. Ao longo deste período conhecemos personalidades importantes, fomos a Brasília duas vezes, a São Paulo outras duas, conversamos com Secretários Estaduais inúmeras vezes e pavimentamos o caminho definitivo para o futuro turístico da cidade. Ao longo destes cinco anos, por causa destas gestões iniciadas por nós, aqui estiveram, Governadores, Embaixadores, Secretários Estaduais, o Cônsul Jens, o Príncipe e a Princesa da Dinamarca entre outras autoridades. Roberty Lauar no almoço com o Principe Dinamarques ao lado de Jens  e Renata OlesenÉ preciso que fique registrado para a posteridade que o Prefeito Rogério Avelar, entre todos os que governaram Lagoa Santa nos últimos 130 anos foi aquele que teve a sensibilidade e audácia para tal feito histórico. Dr. Lund encontrou aqui 12 mil fósseis e os enviou à Dinamarca e a gestão de Rogério Avelar ficará marcada como aquela que conseguiu repatriar parte desse acervo tão importante. O que tínhamos aqui antes da administração atual era uma Gruta da Lapinha mal cuidada e suas imediações depredadas. Um receptivo caindo aos pedaços e que colocava em risco funcionários e turistas, um Parque Estadual somente no papel, o CAALE sem prestígio e turistas de menos. O dinheiro arrecadado, mal dava para pagar os funcionários da Gruta.  Governador Anastasia, Princesa Mary, Rogério Avelar e o Principe FrederikO Cônsul Jens Olesen, outro gigante obstinado, reconhecido e respeitado mundialmente acertou definitivamente os ponteiros com o governo dinamarquês para o envio destas peças, além de ter conseguido a palavra do governo de Minas de que construiria o Receptivo/Museu em área do Parque estadual do Sumidouro em Lagoa Santa como sempre defendemos e não em Pedro Leopoldo como estava sendo cogitado. Algumas pessoas ridicularizam nosso entusiasmo por Dr. Lund, mas na realidade não compreendem que é muito mais do que reverência por um obstinado. É a grande oportunidade para o cidadão de Lagoa Santa viver do turismo e ver fomentado o comércio local. Por sua bela história e pré-história nossa cidade deveria estar abarrotada de turistas e cheia de Dólares e Euros.Biojóias de Claudia (foto) e Gabriela Lima Pensamos grande e ainda veremos o turismo como referência em Lagoa Santa. Vejam os primeiros resultados daquilo que falamos: No Festival de Cultura que aconteceu em Lagoa Santa ali no IATE semana passada, os artesãos da cidade, após curso no Sebrae, apresentaram a coleção denominada: “Arte Rupestre – Cultura feita à mão”. Peças maravilhosas que qualquer pessoa gostaria de comprar, principalmente turistas endinheirados. É o começo de outra bela história. Você vai se encantar ao ver peças artesanais tão delicadas e inspiradoras, verdadeiras jóias como as de Cláudia e Gabriela Lima que apresentaram sua coleção denominada “biojóias”. Mandala de Carminha e sua filha CristianeAs flores, folhas e sementes, encontradas na natureza local, foram transformadas em jóias, em um processo quase alquímico de banhos de metal quando podem perpetuar os elementos naturais em suas formas únicas. Outras preciosidades apresentadas foram as Mandalas de Cristiane Carneiro e Carminha Lima Souza, mãe e filha recriam o circulo mágico de cura e de energia através de suas mandalas.  Novos tempos estão por vir, continuamos sonhando, agora com a implantação do Circuito Interno Turístico, da construção definitiva do espaço para a Feira de Artesanato, dos doces caseiros, da gastronomia local e muitos etceteras mais.