TERRA DE LUND TERRA DE OBSTINADOS (Parte III)

TERRA DE LUND TERRA DE OBSTINADOS (Parte III)


Por Roberty Lauar
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


A Ministra Marta Suplicy em Lagoa Santa e Roberty LauarCaros leitores, vocês vão ler informações que consideramos históricas. São relatos complementares e contemporâneos sobre a ocupação das Américas e principalmente sobre a rica história edificada nestas terras de Luzia e Lund no passado e no presente. Nunca é demais lembrar que por aqui andaram povos nômades e muito antigos que conviveram com animais gigantescos, conhecidos como da Mega Fauna. Esse pessoal, fugindo das intempéries climáticas, (Era do Gelo) aportaram neste quinhão, oriundos de outras regiões do planeta em busca de abrigo seguro e de alimentos.  Nosso amigo Walter Neves, Professor de Genética e Biologia Evolutiva da USP em seu livro escrito a quatro mãos com Luiz Beethoven Piló, cujo titulo é “O Povo de Luzia”, desvenda que: “Uma nova migração, nestas terras, abrigaram negróides ou mongolóides, indicando os primeiros habitantes das Américas”.  Vice Prefeito Juninho e a Ministra Marta Suplicy na Gruta da LapinhaHá pouco mais de 30 anos foi desenterrado na Lapa Vermelha IV, por Annete Laming e sua expedição francesa, um esqueleto, (Luzia) enigmático de mulher pertencente à Raça de lagoa Santa cujos outros fósseis foram desenterrados por Lund por volta de 150 anos antes. Este fóssil (Luzia) ficou esquecido numa gaveta do Museu Nacional (RJ) por duas décadas, até que o método Carbono-14 revelou sua idade surpreendente: pelo menos onze mil anos, uma das mais antigas das Américas.  A reconstrução daquela face de mulher, em 1999, mostrou um rosto mais parecido com o de aborígenes australianos e africanos do que com o dos índios da terra. Assim nasceu Luzia, um ícone da arqueologia brasileira com vocação para revolucionar a disciplina hoje dominada por norte-americanos. Como teria vivido e morrido aquela mulher? De onde partiram seus ancestrais para povoar a América, e quando? Viveram numa terra habitada por Tigres-dentes-de-sabre, ou chegaram depois de sua extinção? Foram dizimados por novos invasores ou seus descendentes ainda estão entre nós? Walter Neves e Piló reconstituem as pistas que podem solucionar o maior mistério da pré-história americana em seu livro “O Povo de Luzia”.

Em Brasília, comitiva encabeçada por Roberty Lauar com o Embaixador   Em Lagoa Santa o Sr. Christian, Pia, Prefeito Rogério Avelar e demais Autoridades

Roberty Lauar, Túlio Coutinho, Dep. Lincoln Portela, Sra. Pia e Christian Konegsfield em jantar na Pousada Pouso do Sol (Lapinha)Walter Neves e Piló reconstituem nesta obra uma das mais fascinantes aventuras da pesquisa científica em território nacional, a das escavações nas grutas e abrigos calcários da região de Lagoa Santa iniciadas em 1835 pelo dinamarquês Peter Lund. Estas pesquisas produziram muitas pistas para um passado enigmático, repleto de Tatus-gigantes, Tigres-dentes-de-sabre e Preguiças Terrícolas, além de seres humanos que andaram pela região há pelo menos onze mil anos (Fim da era do gelo). Poucas figuras são mais representativas dos brasileiros, como Luzia, uma gente miscigenada e meio mística, do que o misterioso esqueleto de uma mulher com traços africanos na vizinhança de uma Lagoa Santa. Abrimos um parêntesis neste momento para registrar que conseguimos “roubar” o lançamento desse livro tão emblemático trazendo o seu lançamento para Lagoa Santa. Este lançamento estava acertado para Belo Horizonte, na Livraria Leitura. Convencemos seu autor Walter Neves a fazê-lo aqui em Lagoa Santa e com seu aval, ligamos para a Editora Globo em São Paulo e propusemos uma bela festa em nossa cidade; nada mais justo, concordam? Dirigentes da Editora Globo, não só concordaram com nossa proposta, como escalaram a jornalista Verônica Papoula que viajou de São Paulo à Lagoa Santa somente para acompanhar o lançamento do livro “O Povo de Luzia” em terras de Luzia em nosso antigo restaurante “Dom Roblito” em 16/03/2008. Professor Cartelle da PUC e comitiva encabeçada pelo Prefeito Rogério AvelarForam vendidos na noite de autógrafos, mais de 200 exemplares do livro para surpresa da jornalista Verônica Papoula. Segundo ela: “Um sucesso absoluto de vendas em todo o Brasil”. Gente de toda parte veio prestigiar a empreitada.  Pois bem, fechamos este parêntesis e voltamos a Dezembro de 2007 quando fomos à Brasília falar com a ministra do Turismo Marta Suplicy, que nos recebeu em audiência agendada por nosso amigo, o Deputado Federal Lincoln Portela. É preciso registrar que ela, nos recebeu com entusiasmo e simpatia. Em 08 de janeiro de 2008 depois de muitos telefonemas para seus assessores, conseguimos trazê-la a Lagoa Santa, também “roubada” algumas horas da inauguração de Hinhotim. A Ministra veio, visitou a Gruta da Lapinha e sobrevoou o Parque Estadual do Sumidouro. Manchete estampada no jornal O Estado de Minas, no dia seguinte aguçou o governo estadual a participar também dessa empreitada. Uma das falas que ouvimos, quando nos chamaram lá foi: “Como vocês podem trazer uma ministra a Lagoa Santa sem que saibamos, vocês por acaso acham que podem conquistar algo sem nossa ajuda?”. Na época ponderamos o seguinte: “queremos construir um local que possa receber um dia, peças com a digital do Dr. Lund em solo Lagoasantense, se estiverem interessados em nos ajudar, serão sempre bem vindos”. Na manhã seguinte também, para surpresa nossa, recebemos uma ligação de Brasília, da Ministra em pessoa, dizendo o seguinte: Sra. Pia e Christian Konegsfield no Parque Estadual do Sumidouro“Já telefonei para o Embaixador da Dinamarca e pedi-lhe que ajudasse na pretensão de vocês, seu telefone é tal e ele está aguardando um retorno. Agradecemos à ministra pela deferência e pelo interesse em ajudar, em seguida ligamos para o Embaixador Sr. Christian Konegsfield e ele pediu que voltássemos à Brasília para nova audiência, pois também queria conhecer nossa pretensão. Então, no dia 21/01/2008 voltamos à Brasília, agora acompanhados de 03 representantes do governo estadual e a nosso convite, levamos também 02 representantes do Clube dos 50, que na época tentava viabilizar um projeto denominado “Cidades Irmãs”.  Fomos recebidos pelo Embaixador que também entusiasmado aceitou nosso convite para visitar Lagoa Santa e assim em 14/02/2008 desembarcou neste território Lundiano junto de sua esposa Pia e conosco ficaram 02 maravilhosos dias visitando grutas, cavernas, paredões, tomando conhecimento de sítios arqueológicos, etc e tal. Partiram de volta à Brasília com lágrimas nos olhos por tudo que encontraram aqui e pelo carinho de nossa calorosa acolhida mineira e também pelo respeito e carinho que a cidade nutre pelo seu conterrâneo Dr. Lund. O Embaixador e Ângelo Couto em evento na ACIASNeste resumo, queridos leitores, até a parte III mostramos ao leitor que recentemente nesta cidade vem acontecendo uma história de obstinação e conquistas que ficarão para a posteridade. Encerramos esta etapa dizendo que o Embaixador voltou à Brasília e uns 15 dias após nos ligou dizendo que uma pessoa muito especial iria contatar conosco. Tratava-se então do Sr. Jens Olesen, um dinamarquês, Cônsul Geral Da Noruega, Presidente das Câmaras de Comércio da Dinamarca e também da Noruega, além de personalidade internacional, mecenas, etc e tal. Nas próximas três edições, iremos revelar as conquistas e parte da biografia deste benemérito; homem a quem nossa cidade deve reverenciar e agradecer pelo empenho e dedicação em transformar definitivamente esta terra em polo turístico internacional.
Continua...