Brandt, O artista de Lagoa Santa

Brandt, O artista de Lagoa Santa



Por Roberty Lauar
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.


Foi lançado em 14 de junho último, nos salões do Hotel Ramada, em Lagoa Santa, o livro traduzido para o português – “O Artista desaparecido” de autoria de Birgitte Holten, Michael Sterll e Jon Fjeldsa que retrata a vida e a obra de Peter Andreas Brandt.
“este livro é uma janela aberta para a cultura nacional. A vida e a obra de Brandt recebem um banho de luz e se abrem à nossa contemplação. Em anos de pesquisa, fontes inéditas foram descobertas e garimpadas pelos autores, resgatando também nossa história: Trabalho incansável e de enorme importância para a cultura brasileira e notadamente, para a mineira”, comenta o Professor Cástor Cartelle da PUC-Minas.
Segundo o Cônsul Geral da Noruega e Presidente das Câmaras de Comércio Dinamarca/Noruega/Brasil, Sr. Jens Olesen, “Brandt foi um trabalhador infatigável que passou um tempo apreciável em Lagoa Santa e temos muita sorte por ele ter documentado o diário de Dr. Lund com os seus esboços, assim como com as belas aquarelas de Lagoa Santa e das inúmeras descobertas nas “Grutas”.
O lançamento deste livro em solo Lagoa santense tem uma importância imensa para o futuro de nossa cidade, pois contribui decisivamente para ampliar a compreensão sobre o legado de Lund para a humanidade, partindo dos achados arqueológicos e paleontológicos descobertos nestas paragens e que, retratados por Brandt revelou animais, fósseis e paisagens desconhecidas naquela época. Sem Brandt e seus desenhos seria impossível contar esta parte da história que encanta o mundo. São pinturas de ossos dos animais extintos da Megafauna, pinturas rupestres e dos povos ancestrais que habitaram este canto do mundo.
Neste momento é preciso reverenciar o maior responsável pelos últimos acontecimentos que colocam Lagoa Santa definitivamente sob os olhares do planeta e na rota do turismo internacional. Esta tarefa coube a um obstinado e reconhecido homem, respeitado e admirado por Reis, Princesas, Presidentes de inúmeros países, artistas renomados, personalidades, governantes e empresários de todo o mundo. O nome dele é Jens Olesen, um Dinamarquês capaz de fazer genuflexos, até mesmo Odin e Thor. Seu nome atravessou fronteiras como profissional respeitado e como amante das artes. Um mecenas, sem sombra de dúvidas. Humilde e intrépido. Sua história merece um capitulo a parte. Iremos contá-la na próxima edição.

NOTA DO JD JORNAL DIFERENTE:
Merece também citação e reconhecimento, o Prefeito Rogério Avelar que deixará registrado para a posteridade, através do seu governo, a história de: Dr. Lund e de seu companheiro, o artista norueguês Peter Brandt. Foram dois livros lançados recentemente em nossa cidade, que traz à luz biografias e histórias sobre personagens que marcaram época em nossa cidade e se tornaram reconhecidos mundialmente. Não há mais motivo para se alegar desconhecimento sobre a saga destes personagens que elevaram o nome de nossa cidade ao mundo da ciência e das artes. Como já foi dito, Lagoa Santa tem uma grife internacional a ser explorada em benefício de toda sua população. Cidades históricas existem muitas; pré-históricas... Contam-se nos dedos.