Wanessa Camargo

Wanessa Camargo


Por Fabrícia Araújo / Lucas Amaral
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Filho de peixe, peixinho é. No caso da cantora Wanessa Camargo, o ditado se aplica. Filha do cantor Zezé Di Camargo, componente de uma das mais famosas duplas sertanejas do Brasil, ao lado do irmão Luciano, Wanessa conviveu, desde pequena, em uma atmosfera musical. Assim sendo, sua carreira ascendeu de maneira meteórica, atuando também nos ramos da moda, apresentação, atuação e empreendedorismo.
A infância simples em Goiânia começou a mudar com a promoção de Zezé a ídolo nacional. A fama do pai, entretanto, não lhe trouxe nenhuma regalia na infância quando, como todas as outras candidatas, teve que participar de um rigoroso teste para ingressar no corpo de ballet da dupla composta pelo pai e tio da garota.
A fama não tardou. O primeiro álbum, cujo nome era “Wanessa Camargo”, lançou sucessos como “O Amor Não Deixa” e “Apaixonada por Você”, e findou na venda de cerca de 250 mil cópias, o que lhe rendeu o disco de ouro. No ano seguinte, novamente o prêmio, após a produção do álbum de mesmo nome, com um índice de vendas duas vezes maior. “Eu Quero Ser o Seu Amor” e “Tanta Saudade” rapidamente entraram nas listas de mais tocadas nas rádios. Finalizando a trilogia de álbuns homônimos, o terceiro vendeu cerca de 350 mil cópias, ofertando a Wanessa o terceiro disco de ouro e confirmando a cantora como um dos maiores ícones da música jovem nacional.
Em 2003 é convidada para apresentar o programa Jovens Tardes, da Rede Globo, juntamente com outros jovens talentos da música brasileira, como a banda KLB, a dupla sertaneja Pedro e Thiago e a cantora Luiza Possi. Mais tarde, ela abandonaria as telas para dedicar-se à gravação do primeiro DVD ao vivo, que ficou conhecido como “Transparente”. Entre CD’s e DVD’s, foram vendidas cerca de 500 mil cópias.
Em 2007, após lançar álbuns e turnês de sucesso, a cantora deixou de usar o sobrenome Camargo, optando pela síntese do nome para apenas Wanessa. No mesmo ano, casa-se com o empresário Marcus Buaiz e, em 2012, a maternidade: nasce José Marcus, filho da cantora. Ao longo da carreira, Wanessa lançou, entre CD’s e DVD’s, nove álbuns, participou de filmes como Xuxa e os Duendes e novelas como Cheias de Charme. Além disso, fez nove turnês, incluindo uma com o pai, Zézé Di Camargo. 
Abaixo, a entrevista exclusiva da cantora para o JD – Jornal Diferente
Houve algum tipo de restrição por parte do seu pai ou da sua mçae quando você decidiu cantar?
Não, nenhuma. Eles sempre me apoiaram muito.
Em algum momento você pensou em seguir outra profissão?
Não, nunca. Sempre fui muito determinada no que eu queria fazer.
Quando iniciou sua carreira, esperava fazer tanto sucesso?
Sempre que vou fazer algo na minha vida, espero ser bem sucedida e me dedico para que sempre tenha um resultado positivo.
Como é a Wanessa quando não está nos palcos?
Sou mãe, amiga, mulher. Cuido da minha casa e da minha família.
Como você se prepara para a maratona de shows?
Tento manter uma boa alimentação, tento descansar bastante e meexercito muito para agüentar o pique!
Como você se cuida? Você é vaidosa?
Cuido muito da minha alimentação. Só uso produtos orgânicos em casa. Busco sempre bons produtos. Sou vaidosa sim, mas não exageradamente. Cuido da minha saúdo e tento estar bem comigo mesma.
A maternidade mudou a sua vida?
Sim, mudou muito. Me sinto mais madura, mais completa, mais generosa.
Se um dia seu filho decidir seguir carreira na música ou em outra área artística, você vai apoiá-lo?
Sim, com certeza. Quero que ele seja feliz, que ele se realiza e eu vou apoiar no que ele decidir.
O Zezé é um avô presente?
Presente, carinhoso, amoroso, dedicado. Um super avô!
Alguma vez você pensou em desistir de cantar?
Não, nunca quis desistir. É o meu sonho de vida e sempre irei buscá-lo.
Durante a sua carreira, você inovou em estilos musicais na produção de seu shows. Você sempre tem essa necessidade de mudar?
Sempre tenho necessidade de buscar coisas novas, de me reciclar e inovar.